Notícias

Titula da pasta da Saúde, Ricardo Barros esteve na Comissão de Assuntos Sociais do Senado para debater os problemas sobre a falta de medicamentos para tratamento de doenças raras, cuja a subcomissão é presidida pelo senador Moka.
De autoria do deputado Domingos Sávio, projeto prevê a captação de recursos e a concessão de créditos e garantias devem ser restritas aos cerca de 9 milhões de associados brasileiros.
Subcomissão foi criada para levantar os principais problemas de doentes acometidos por essas enfermidades, como solução para a falta de medicamento, demora no diagnóstico e implementação de política pública com abrangência nacional.
Colegiado foi criado para elaborar normas que facilitem o diagnóstico mais cedo dessas enfermidades e o acesso aos medicamentos de alto custo.
Articulada pelo presidente da Subcomissão sobre Doenças Raras, senador Moka, proposta prevê destinação de R$ 200 milhões do Orçamento da União para o Ministério da Saúde.
Senadores e deputados decidiram destinar recursos do Orçamento para as áreas de saúde, infraestrutura, saneamento básico e esporte em várias localidades de Mato Grosso do Sul.
Veículos serão utilizados pela Polícia Rodoviária Federal para patrulhamento das rodovias federais que cortam Mato Grosso do Sul
Presidida pelo senador Moka, colegiado pretende reunir-se semanalmente para elaborar legislação mais adequada para auxiliar melhor os pacientes acometidos por essas enfermidades.
Um dos mais premiados nacionalmente, parlamentar sul-mato-grossense foi incluído na lista dos influentes por sua capacidade de articular votações, discussões e encaminhamentos de matérias nas comissões e plenário do Senado.
Parlamentar participou de reunião na capital paraguaia, com a presença de representantes de Brasil, Paraguai, Argentina e Chile, em que foram discutidos investimentos desses países no corredor que ligará o Brasil ao Pacífico.
Colegiado foi criado para aperfeiçoar a legislação, definir destinação de recursos do Orçamento para compra de medicamentos e acompanhar a liberação de novas drogas para os tratamentos.
Esta alternativa de transporte, que começa a ser viabilizada, é fundamental para fortalecer as relações comerciais e a competitividade do Estado via Pacífico.
Senador sul-mato-grossense foi recebido pelos presidentes Temer e Cartes, no Palácio do Planalto, para discutir projeto que interessa aos dois países.
Proposto pelo senador sul-mato-grossense, colegiado terá cinco senadores e vai se reunir para buscar soluções a respeito dessas enfermidades, as quais atingem cerca de 13 milhões de pessoas no Brasil.
Agência disse que regulamentação vai facilitar e incentivar no Brasil a condução de pesquisa clínica e o registro mais rápido de remédios destinados ao tratamento dessas enfermidades, evitando a judicialização dos pedidos.
Página 1 de 29